Carnaval ecológico: saiba como se divertir sem poluir

Carnaval Ecológico - Glitter

O Carnaval ecológico está chegando e aquilo que a gente mais vê estampado no rosto das foliãs e dos foliões, além da alegria, claro, é o glitter. Minúscula partícula brilhante (que todo mundo acha lindo, mas também reclama que não sai nunca), o glitter é feito, basicamente, de plástico (alumínio e polietileno tereftalato – PET). Aquele tão temido material, que tentamos eliminar a todo custo, pois demora anos e anos para se decompor, produzido e consumido em escalas gigantescas por uso puramente estético e de vida ‘útil’ curta.

O principal problema do glitter vai além da produção de plástico. As micropartículas possuem um tamanho (cada partícula tem entre 1 e 5 milímetros) que torna impossível qualquer manipulação para reaproveitamento ou filtragem pelo sistema de tratamento de esgoto. Ou seja, eles vão parar direto nos oceanos, e os animais marinhos ingerem, seja por filtração ou ingestão, esses microplásticos. Dessa forma, diversas espécies têm se desenvolvido com essas substâncias. Segundo pesquisa do Greenpeace, de 21% a 54% de todos os fragmentos de microplásticos do mundo se encontram na bacia mediterrânea.

A ingestão de microplásticos pela fauna marinha afeta toda a cadeia, chegando nos humanos, que se alimentam de peixes e frutos do mar.

Se é difícil sair da gente, por que seria fácil de sair do oceano e de dentro dos animais?

 

Com criatividade, tudo se resolve! 

Para aqueles que não abrem mão do brilho no carnaval, já existem soluções ecológicas ao glitter convencional para não comprometer a fantasia. E o melhor, dá para fazer em casa!

 

Alternativas ao glitter plástico:

 

  • Biodegradável

A Pura BioGlitter foi uma das pioneiras na produção de bioglitter. O produto é feito à base de algas, pó de pedra e corantes. Biodegradável, vegano, sai com água e sabão e se decompõe naturalmente

(Produtos da Pura BioGlitter, Rio de Janeiro)

Outras marcas também produzem bioglitter, procure saber: Lua Branca, Glitra, Lá do Mato, Simple Organic e mais!

 

  • Pó de decoração de confeiteiro

Além de ser sustentável, é comestível. Pode ser feito com gelatina em pó. Clique aqui para ver receita.

 

  • Glitter de sal

Colocar corante de cozinha em uma quantidade de sal e deixar secar por pelo menos três horas. Veja a receita completa aqui.

 

No nosso carnaval ecológico tem confete também!

Para fazer seu carnaval ser ainda mais consciente, não esqueça que o confete é papel, literalmente, jogado no chão. Já pensaram em fazer seu próprio confete utilizando folhas secas?

Aquele furador antigo parado na gaveta ou então aqueles em formatos de coração, estrela, carinha, entre outros, que vendem na papelaria na esquina da sua casa podem servir para fazer confetes lindos e biodegradáveis.

Utilize folhas e flores secas no lugar do papel. Um jeito fácil, barato, ecológico e superdivertido de cair na folia, sem gerar impacto negativo no meio ambiente.

Carnaval Ecológico - Confetes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nós estamos prontas e prontos para cair na folia ecológica com amor, atitude e abundância! Vamos nessa?

 

Um comentário em “Carnaval ecológico: saiba como se divertir sem poluir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *