Produtos de Limpeza Que Não Devem Ser Misturados

5 misturas que você não deve fazer

A ideia do “quanto mais melhor” definitivamente não se aplica quando estamos falando de limpeza. Existem produtos comuns, usados na maioria dos lares, que não devem nunca ser misturados, dadas suas composições químicas.

As prateleiras dos mercados são repletas de produtos de todos os formatos, cores, funcionalidades e, seguindo a lógica tida como normal, quanto mais produtos usarmos, mais limpa e cheirosa ficará a casa. Aí que mora o erro e o perigo! Misturar produtos de limpeza convencionais, pode gerar um novo composto químico muito perigoso, capaz, inclusive de causar queimaduras e intoxicação respiratória.

A chamada “incompatibilidade entre produtos químicos” é a condição em que determinados produtos se tornam perigosos, quando expostos em um mesmo local ou apenas armazenados próximos uns aos outros, pois reagem e podem criar situações perigosas, como a geração de gases, calor excessivo, explosões ou reações violentas.

E nós não falamos apenas de misturas em quantidade e diretamente. Só de usar um em seguida do outro, sem enxaguar, já é situação suficiente para causar acidentes. Evite também locais fechados.

Além de substâncias perigosas, a mistura de determinados produtos pode causar a anulação do seu efeito. Por exemplo, se você misturar produtos ácidos com produtos básicos, eles vão neutralizar e perder suas funções.

 

Elencamos aqui 5 misturas que você NÃO deve fazer! Acompanhe e previna-se.

  • Água sanitária + Amônia

A mistura do hipoclorito de sódio com amoníacos forma as cloroaminas, substâncias que, quando inaladas, podem causar infecções e, quando em contato direto com o corpo, podem ocasionar queimaduras.

A amônia está presente na maioria dos desinfetantes convencionais. Não se deve misturar alvejantes e desinfetantes com amônia nunca.

 

  • Água sanitária + Vinagre

O vinagre possui uma grande quantidade de ácido acético, que quando em contato com o hipoclorito de sódio produz cloro gasoso. O gás cloro é superagressivo para o sistema respiratório. Não é recomendável que se use os dois juntos, tampouco no mesmo local, mesmo que de forma separada.

 

  • Água sanitária + Álcool

O álcool, além de ser muito inflamável, apresenta um caráter ácido e, portanto, gera ácido hipocloroso que posteriormente produz gás cloro. Sua junção com o hipoclorito de sódio reduz as principais funções orgânicas, ocasionando dificuldade de respiração e queda nos batimentos cardíacos.

 

  • Detergente e desentupidores de pia

Os desentupidores químicos são muito danosos a saúde, mesmo sozinhos, pois possuem altos teores de ácidos para cumprir a função de liberar os ralos e dutos.

A junção dos dois libera gases tóxicos com cheiro forte, que podem causar náuseas e mal-estar.

 

  • Vinagre e bicarbonato de sódio

Atenção: esses dois produtos são ótimos para limpeza, para quem quer evitar os produtos convencionais. Inclusive, para lavar o cabelo 😉 Dois produtos muito úteis e naturais, repleto de funções, mas quando são misturados, podem se tornar inativos.

O vinagre é um composto ácido e o bicarbonato de sódio, um composto básico, anulando suas ações.
Além disso, a depender da proporção das quantidades, eles podem gerar um pequena explosão. Lembram dos vulcões das feira de ciência na escola? Pois então!

 

Nosso consumo está em nossas mãos!

 

Por isso sempre ressaltamos a importância de se ler os rótulos dos produtos que levamos para casa. Por mais que saibamos quais misturas não fazer, muitas vezes não sabemos se tais produtos consumidos possuem as substâncias perigosas para as misturas. Siga as instruções e use a quantidade certa, da forma certa.

Antes de misturar os produtos, procure saber se a junção dos componentes é segura ou não.

2 comentários em “Produtos de Limpeza Que Não Devem Ser Misturados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *