Praça dos Incas

Praça dos incas

A Praça dos Incas, localizada no Jardim América, em São Paulo, foi adotada pelos moradores do seu entorno.  Em uma concessão da Prefeitura Regional de Pinheiros, envolvendo o trabalho de uma grande equipe no sentido de torná-la mais acessível para a população e, por que não, produtiva. A POSITIV.A esteve a frente do processo durante todo o acordo que durou cerca de dois anos até a liberação oficial da Prefeitura para nossa intervenção.

Praça dos incas
Voluntários de reflorestamento da praça dos incas

Esta ação, pautada em uma metodologia participativa, tem como principais objetivos: fortalecer e empoderar competências locais da comunidade, contribuindo para o estímulo do protagonismo comunitário e a disseminação de boas práticas, a fim de potencializar o ambiente urbano e a convivência cidadã.

O projeto prevê um parquinho orgânico, mesa de bambu, além de outras instalações em bioconstrução, paisagismo agroflorestal, horta mandala e muito mais!

 

Praça dos Incas – Como foi o projeto

A Praça é dividida em duas partes. A primeira delas foi revitalizada no último mês de dezembro e, como desfecho, foi organizado um mutirão para o plantio das espécies propostas.

O Mutirão reuniu cerca de 50 pessoas e foi coordenado pelo permacultor Peter Webb. Foi um dia intenso, de muito trabalho e aprendizado. Aproveitamos para fazer um pic nic colaborativo e houve também troca de sementes entre os participantes.

(Peter Webb durante o Mutirão Agroflorestal)

Nessa primeira etapa foi concluída a Agrofloresta com diversas espécies de árvores entre nativas e frutíferas, a Horta Mandala com verduras e PANCs. Também temos temperos e flores, além de um caminho, que convida as pessoas a passarem pelo meio da praça, que antes não existia. Ao todo, foram mais de 100 mudas plantadas em um dia!

A segunda etapa teve início nesta semana. Seguiremos o trabalho nos próximos dias, para a criação de um banco de Superadobe (técnica de “terra ensacada”). Além disso, também um parquinho orgânico, que consistirá em um pequeno circuito de arvorismo com corda bamba (slack-line), trave de equilíbrio, pirâmide de bambu e uma ponte pênsil.

A Praça já tem outra cara e não temos dúvidas de que será muito melhor aproveitada pelos moradores do entorno. Isso potencializa o ambiente urbano e a convivência cidadã.

Recomendamos a visita e, em breve, traremos novidades do término da segunda etapa

 

Praça dos Incas
Resultado do primeiro dia de reflorestamento da praça dos incas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *