Rinite: alérgica ou não, saiba como evitar

rinite

Rinite é uma doença inflamatória das mucosas do nariz, podendo ser alérgica ou não. Nos dois casos, os sintomas são muito semelhantes.

O nariz é a porta de entrada para proteção contra substâncias tóxicas e irritantes. Dotado de um complexo mecanismo de defesa que impede a entrada de impurezas, por meio da inalação, chegarem aos pulmões. As ações de proteção são: bloqueio das vias nasais, espirros e corizas.

Essas reações são básicas em qualquer pessoa, quando expostas a substâncias irritativas. O que difere a rinite alérgica é a duração e a intensidade dessas ações de defesa, que são demasiadamente aumentadas.

A rinite alérgica possui traços hereditários, mas também pode ser desenvolvida sem que haja histórico familiar, assim como outros tipos de reações alérgicas: asma, dermatite, conjuntivite, entre outras. A rinite alérgica pode ser desenvolvida ao longo dos anos, conforme a mudança de reação à exposição de determinadas substâncias. De 10 a 25% da população possui rinite alérgica.

Dentre os principais motivadores da rinite, estão: ácaros, fungos, pólen, fragrâncias, alguns alimentos, medicamentos, bactérias, vírus e mudanças bruscas de temperatura etc.

Quando diagnosticada a rinite é alérgica, é de suma importância que se façam exames para localizar as substâncias que influenciam nas crises alérgicas, para que faça as devidas precauções.

Dependendo do grau da rinite, ela pode interferir em outras partes do corpo, ocasionando a otite, sinusite e roncos, que interfere diretamente na qualidade do sono da pessoa.

COMO EVITAR

Uma vez que a rinite alérgica ainda não possui cura, é preciso reforçar o cuidado para preveni-la.

Para isso, é ideal manter os ambientes sempre arejados e limpos, de preferência, com produtos hipoalergênicos sem fragrância. A química contida em produtos de limpeza convencionais, muitas vezes, pode estar atrelada ao desencadear da rinite. Isso está ligado, principalmente, às fragrâncias artificiais. Evitar sempre o contato com substâncias capazes de irritar o nariz, como perfumes, produtos de limpeza, produtos para deixar os ambientes com odor agradável, fumaça de cigarro, tintas, inseticidas, poluição, são alguns dos desencadeantes dos sintomas.

O sol é um excelente remédio para eliminar os ácaros e outras impurezas. Deixe o sol bater em casa, no travesseiro, no cobertor, nas cortinas, no tapete…

rinite

Escolher os alimentos certos pode influenciar o organismo e torna-lo mais resistente a inflamações, contribuindo para neutralizar os sintomas da rinite. Então, capriche no prato na hora de comer: abacaxi, cúrcuma, gengibre e alho! Com as propriedades anti-inflamatórias e descongestionantes podem prevenir o desencadear das reações. O abacaxi, diferentemente dos demais, possui uma substância chamada bromelina, que facilita a dissolução do muco e catarro.

 

curcuma para rinite

Cuidar da sua saúde e da sua família está diretamente ligado ao seu consumo no dia a dia. Atente-se aos produtos que você leva para casa!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *