Oceano Limpo: Uma Exposiçao sobre a Problemática do Plástico

Oceano Limpo

De 22 a 28 de outubro, ocupamos o Pátio Dr. Arnaldo da Unibes Cultural com a exposição OCEANO LIMPO, que tratou da problemática do plástico no mundo, mas principalmente nos oceanos e teve como motivação, o lançamento da nova linha de frascos da POSITIV.A feita com plástico de oceano.

Plástico de Oceano é todo material plástico que tem por destino o oceano. Se ele já estiver no mar ou se ainda estiver na areia, com o subir da maré, pode ir para o mar a qualquer momento.

Crédito: Wanessa Soares

 

A cada ano, pelo menos oito milhões de toneladas de plástico vão para o oceano.

A exposição contou com o apoio da Unibes Cultural, da Boomera, da ONG EcoSurf e do Instituo Leo. E por sete dias, recebeu milhares de pessoas curiosas e atentas sobre o assunto, descobrindo os perigos e novas possibilidades para o material.

Todo plástico já produzido, desde sua invenção em 1862 ainda está na Terra. E se continuarmos a produzi-lo nesse ritmo, sem refletir sobre seu ciclo de vida, em 50 anos, haverá mais plástico do que peixe nos oceanos. É isso que queremos para nosso futuro? Claro que não, né?

Os resíduos plásticos representam 50 a 80% dos resíduos no mar e são frequentemente os itens mais coletados em mutirões de limpeza de praias.

 

Objetivo da Exposição

Com essa exposição pretendíamos mostrar ao público como funciona o processo circular, no qual todo problema é uma possibilidade de inovação. O percurso se iniciava apresentando a problemática, passava por uma instalação com resíduos reais coletados nas praias pela EcoSurf, passava por uma ilustração gigante de uma baleia repleta de resíduos e dados quantitativos sobre o plástico. Seguindo o percurso, 12 fotos cedidas pela National Geographic e pelo fotógrafo Luciano Candisani mostravam o impacto dos resíduos na vida marinha e terrestre. A Boomera trouxe também uma mini fábrica, que simula o processo de fabricação (reciclagem) do plástico de oceano. Os visitantes poderiam assistir a um minidocumentário realizado pela POSITIV.A no mutirão feito no final de agosto, que traz mais informações sobre o processo de ponta a ponta.

A exposição terminava com a solução encontrada pela POSITIV.A: a primeira embalagem brasileira feita com plástico do oceano!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Trajetória do Plástico de Oceano

O plástico é coletado nas praias por voluntário e cooperativas. A POSITIV.A compra o material triado por cor em fardos das cooperativas que atuam no litoral paulista, principalmente, em Santos e manda para a fábrica da Boomera, que faz a lavagem e segunda triagem e depois passa pela moagem, derretimento e formatação do frasco.

A matéria prima do frasco é 100% pós consumo! Selecionamos apenas PEAD – Polietileno de Alta Densidade por ser livre de Bisfenol e maleável (podendo, assim, reaproveitarmos mais vezes a embalagem como refil). Consideramos o material um plástico de oceano e social!

Saiba mais em: https://positiva.eco.br/oceano-limpo/

Crédito: Wanessa Soares

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crédito: Wanessa Soares

 

Crédito: Wanessa Soares

 

Crédito: Wanessa Soares

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *